Orquestra

Orquestra de Ritmos Batuquebato

Interno - Batuquebato orquestra

A Orquestra de Ritmos Batuquebato, regida pelo músico Gabriel Policarpo, é composta por talentosos percussionistas que elevam e expandem toda a versatilidade sonora e rítmica do universo percussivo carioca. Os músicos são divididos por naipes e seus os instrumentos ganham destaque e protagonizam um musical sonoro inesperado.

A latente virtuosidade dos músicos proporciona ao público uma rara oportunidade de ver, ouvir e curtir instrumentos da percussão popular carioca, como surdos, caixas, repiques, tamborins, chocalhos, atabaques e agogôs em belíssimo diálogo harmônico com guitarras e programações eletrônicas, com instrumentos melódicos contemporâneos e milenares, como o instrumento australiano didgeridoo. Os arranjos são estimulados pela linguagem do repique, o spalla desta orquestra.

Em dezembro de 2013, a Orquestra de Ritmos Batuquebato estreia, no histórico palco do Teatro Carlos Gomes, o musical “Os 4 elementos da Natureza”. Inspirado nas suas diversas pesquisas pelo Brasil e pelo mundo, Gabriel Policarpo apresenta temas instrumentais próprios que guiam imagens projetadas em tempo real. Complementando o repertório autoral, são incluídas algumas releituras de obras de Chico Buarque, Baden Powell e Zé Keti.

O encontro dessas artes dá ao espetáculo uma vibração sonora, um devaneio e um enlevo com poesia, luzes, imagens e sons, que unifica palco e público em alquimia deslumbrante: é o encontro das sementes e raízes das ancestrais culturas com o contemporâneo em espetáculo delirante. Este belo espetáculo teve a participação do cantor Marcos Sacramento e do flautista “Escultor dos ventos” Carlos Malta.

Após o sucesso de sua estreia, em julho de 2014, a orquestra faz uma apresentação empolgante no palco do Circo Voador no Baile do Almeidinha, comandado pelo músico Hamilton de Hollanda; e participa do Festival de Inverno da cidade de Nova Friburgo.

Em dezembro de 2015, a Sala Baden Powell é que teve suas paredes estremecidas pelo ritmo da Orquestra, levando quase 500 pessoas ao delírio em dois dias de apresentação.